No Emprego - CHUPANDO O COLEGA DE TRABALHO - Contos Eróticos

Contos Eroticos

                   

Pesquisa Rápida


Receba os Contos Eróticos Picantes no seu Email

Insira o seu Email:

Patrocinado por FeedBurner

CHUPANDO O COLEGA DE TRABALHO

Ver todos os Contos Eróticos de TAradão2013

Referência (ID): 601
Esse fato aconteceu a alguns anos atrás, eu trabalhava numa empresa de grande porte e junto comigo havia um rapaz, que vou chama-lo Lucas (fictício), No meio do ano, esse meu colega pegou alguns dias de licença e quando voltou ao trabalho ele me contou que teve que fazer uma circuncisão, pois mal conseguia manter relações sexuais pois sentia muita dor e seu pênis sangrava muito.
Até então nunca tinha reparado muito bem nele, mas confesso que o assunto me deixou bastante excitado. Caramba ele era um gato e eu nunca tinha notado.
Ele tem cerca de 1,80, branquinho, cabelos castanhos claros com alguns fios prateados (provavelmente genética, pois nesta época ele tinha apenas 22 anos e eu 23) tipo gordinho malhado, peitão super definido, braços fortes, suas axilas branquinhas eram cobertas por uma densa quantidade de pelos negros (ele não é adepto da depilação como infelizmente a maioria dos homens atuais são) pernas grossas e peludas, um pé maravilhoso tamanho 42 e a única coisa que o caracterizava como gordinho era uma leve barriguinha, com uma suave penugem que ia de encontro ao assunto que despertou meu interesse.
Enfim era um deus, pelo menos para meus padrões. Sempre que tinha oportunidade voltava no assunto da circuncisão, perguntando da cirurgia, se doía muito e ele sempre respondendo minhas perguntas com um pouco de vergonha, mas depois de um tempo percebi que ele estava começando a curtir o assunto, pois sempre que o assunto voltava a tona, ele colocava a mão sobre pau, não apertando, mas tentando cobrir uma possível ereção.
E eu cada vez mais atrevido, até que um dia perguntei como ele fazia pra gozar durante a recuperação da cirurgia, lógico que eu sabia que nessa cirurgia o pênis fica todo cheio de pontos, mas queria introduzir o assunto punheta.
Ele me respondeu que desde que fez a cirurgia ele ficou um total de 15 dias sem se punhetar e gozar, pois houve um momento que ele ficou com o pau duro e os pontos arrebentaram e a recuperação demorou um pouco mais que o planejado.
Nesse assunto fomos, ate na confraternização do fim de ano, onde a empresa alugava uma grande chácara e fazia um grande churrasco. A certa altura já mais desinibidos pela cerveja, voltamos ao assunto e eu comentei que ja tinha visto alguns pintos circuncidados e que a cabeça do pau ficava ressecada, estranha meio que creatinada e para minha surpresa ele olhou nos meus olhos e disse: vamos lá no banheiro que eu vou te provar que isso é mentira, pois a cabeça do meu pau é rosinha e macia.
Não pensei duas vezes, e fomos para o banheiro, não dentro da casa, mas em outro que ficava ao lado da piscina infantil e como não tinha crianças na festa, estava super tranquilo e vazio aquele lado da chácara. Entramos e tive o cuidado de passar a chave na porta, para que não houvesse surpresas desagradáveis.
Ele já desinibido pelas cervejas foi logo abrindo o velcro do short e desamarrando a sunga, e baixou tudo até a altura do joelho, e a visão que eu tive foi melhor que a do paraíso: um pau branquinho, já meia bomba saindo de um tufo de pêlos negros e brilhantes (ele era bem pentelhudo mesmo) e um saco que não era grande, mas era bem pesado, daqueles que ficam levemente dependurados, o pau dele não era muito grande, devia ter uns 18 cm mas era bem grossinho e com uma cabeça nada pequena e super rosada que formava um conjunto perfeito com a pele branca e os pêlos negros.
Fiquei sem palavras, pois eu imaginava um pinto bonito, mas não imaginava que era simplesmente perfeito. Ele me fez voltar a realidade quando perguntou se eu não iria pegar pra ver o quanto era macia sua nada tímida cabeça.
Eu peguei, e comecei uma leve punheta até que ele falou que eu deveria por na boca pra realmente ter certeza da maciez, mas enquanto me abaixava ele me segurou pelos braços e disse que não era justo somente ele ficar pelado, pois ele queria ver como era um pau com prepúcio. Até o momento não me descrevi a vocês: sou branco, 1,75 fortinho (gordinho malhado tb, mas não tão gostoso quanto meu amigo) tenho as pernas bem grossas por causa do futebol que jogo desde menino e bem peludas, alias sou um homem a moda antiga, peito, abdômen e pernas bem peludas, axilas peludas também, mas o pau deixo bem aparado, falando em pau o meu tem 16cm, mas grosso como uma lata de cerveja.
Tirei minha roupa e ele também pegou no meu pau que neste momento babava que chegava a pingar no chão (apesar da situação e do local onde estavamos aquele foi um dos momentos mais eróticos da minha vida, afinal esperava e incentivava essa situação já a meses).
Ficamos assim por vários minutos, um punhetando o outro, até que ele me pediu novamente para colocar o pau dele na boca, que agora estava pulsando e babando deixando minha mão encharcada. Me agachei e coloquei aquela preciosidade na boca, sentindo o gosto levemente salgado da sua babinha e o perfume característico e altamente excitante que somente um pau pentelhudo tem, não cheiro de suor, mas cheiro de macho de verdade. Realmente sua cabeça era macia como veludo e ja me engasgava nela quando ele tirou o pau da minha boca e me puxou para cima, me deu um beijo maravilhoso e se abaixou e colocou meu pau na boca, seus olhos encheram de água pelo esforço de abrir totalmente a boca, mas não fez feio e quase gozei na boca dele. Depois de uma boa mamada, nos deitamos no chão, posição 69 e para minhas supresa ele começou a alisar minhas pernas e lamber meus pés, fiz o mesmo com ele, e que pé lindo, branquinho com unhas quadradinhas, rosadas, o peito do pé levemente peludo, fizemos um delicioso "boquete" no pé um do outro. Depois de algum tempo voltamos aos nossos paus e nos mamamos alucinadamente até que chegamos ao gozo juntos, um gozou na boca do outro uma grande quantidade de porra, e nenhum de nós desperdiçou uma gota.
Nós recompomos e voltamos para o churrasco como se nada tivesse acontecido. Mas havia acontecido e eu estava totalmente apaixonado por aquele homem, e ele também admitiu que estava apaixonado por mim.
Vivemos essa paixão platônica por meses, conversavamos em voz baixa, sempre que tinhamos oportunidade nos tocavamos nas mãos, nos braços, sentiamos um o perfume do outro, mas mesmo tão apaixonados ele optou por namorar uma menina, manter as aparências, afinal ele era de família italiana, o pai já era falecido, ele cuidava da mãe e da avó e com certeza elas jamais aprovariam um relacionamento destes.
Nunca tivemos qualquer outra relação, depois daquele dia, mas foi muito intensa e prazerosa, mesmo não havendo penetração.
Hoje ele trabalha em uma outra empresa, eu até já me mudei de cidade por conta do trabalho, mas sempre sigo a vida dele pelas redes sociais, ele se casou e já tem uma filhinha. Mas até hoje tenho certeza e a esperança que viveremos essa paixão.
Contato:
é necessário estar logado para enviar uma mensagem ao autor do Conto Erótico. Registe-se, é gratuito.
nopic

Comentários  

 
-1 #4 claudemira 06-12-2013 17:23
Muito interessante .comecei a ri no final.
Citar | Reportar ao administrador
 
 
+1 #3 Grande&grosso 08-05-2013 07:04
Fazia tempo que não lia um conto tão tesudo.
Citar | Reportar ao administrador
 
 
+1 #2 Rick Gatin 08-05-2013 07:02
Fiquei com vontade de mamar os , devem ser muito tesudos!
Citar | Reportar ao administrador
 
 
+1 #1 Gustavo Safado 08-05-2013 07:00
Nossa, que conto mais tesudo fiquei todo babado aki!!!
Citar | Reportar ao administrador
 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

Caminho:

Últimos Comentários

  • Me chame no whats 0 sou novinha mas gara... Mais...
  • Nossa MT gostoso seu conto . gatas me ch... Mais...
  • adorei mesmo acredita assim e que e. a m... Mais...
  • Heʏ there! This is my fіrst vosit to yοu... Mais...
  • analfabeto Mais...
  • Pah se fores corno manso deixa rolar mas... Mais...
  • Me add pf eu quero falar com vc e ter um... Mais...
  • Muito bom...mas há algumas divergências ... Mais...
  • Meu whatssap. Mais...
  • Gostei.... Mais...