Heterosexuais - CONFIDÊNCIA NO RESERVADO - Contos Eróticos

Contos Eroticos

                   

Pesquisa R√°pida


CONFIDÊNCIA NO RESERVADO

Ver todos os Contos Eróticos de leticialuccheze

Referência (ID): 1580
CONFIDÊNCIA NO RESERVADO

(01:22:18) Letícia: entra na sala...
(01:22:20) Luciano: entra na sala...
(01:22:25) Luciano reservadamente fala para Todos: gostaria muito de conhecer uma mulher casada. Será possível? Tem alguma casada aqui a fim de conversar?
(01:22:29) Letícia reservadamente fala para Luciano: por que casada, algo em especial, ou é apenas uma tara sexual?
(01:22:36) Luciano reservadamente fala para Letícia: por algumas curiosidades e desejos ocultos.
(01:22:48) Letícia reservadamente fala para Luciano: quais são os seus desejos?
(01:22:53) Luciano reservadamente fala para Letícia: pode ser mesmo uma tara gostosa!
(01:23:07) Letícia reservadamente fala para Luciano: o que a casada tem, que a solteira não tem?
(01:23:12) Luciano reservadamente fala para Letícia: a casada sabe meter mais gostoso e também é a que gosta mais de pinto.
(01:23:20) Letícia reservadamente fala para Luciano: isso não tem nada a ver! O que conta é o desejo de cada mulher, podendo ser casada, ou não. E o seu caso, não é tara e sim conveniência.
(01:23:30) Luciano reservadamente fala para Letícia: tenho muita vontade de tirar com a boca, a calcinha de uma casada e depois passar a língua.
(01:23:47) Letícia reservadamente fala para Luciano: só a língua? Ah não!
(01:23:52) Luciano reservadamente fala para Letícia: você gostaria de sentir a língua passeando por ela?
(01:24:09) Let√≠cia reservadamente fala para Luciano: passear? Ah n√£o! Tem √© que introduzir, enfiar, morder, massagear, chupar... Esse neg√≥cio de s√≥ passar a l√≠ngua √© pra iniciante. E o engra√ßado, √© que t√™m homens que passam a l√≠ngua l√° umas tr√™s vezes e dizem que √© relacionamento sexual oral. Isso √© totalmente c√īmico e rid√≠culo!
(01:24:16) Luciano reservadamente fala para Letícia: e você gosta de pinto grande?
(01:24:21) Letícia reservadamente fala para Luciano: tem é que saber usar!
(01:24:30) Luciano reservadamente fala para Letícia: hum.
(01:24:40) Letícia reservadamente fala para Luciano: hum nada, é verdade. E tem homens achando que ter o pênis grande, é o suficiente e não precisa fazer mais nada. Enquanto que os de tamanho padrão (quinze centímetros de ereção) dão o show na cama e fora dela. E o que adianta ser grande, se machuca a mulher, ou se a vagina dela não é compatível? Como existem vários tipos de pênis, existem também vários tipos de vaginas.
(01:24:54) Luciano reservadamente fala para Letícia: você deixaria o meu pinto entrar em qual posição?
(01:25:04) Letícia reservadamente fala para Luciano: a posição se faz, de acordo com o tesão do momento e com a satisfação de ambos.
(01:25:14) Luciano reservadamente fala para Letícia: e na bundinha, você também deixaria entrar?
(01:25:20) Letícia reservadamente fala para Luciano: só se for de quatro.
(01:25:30) Luciano reservadamente fala para Letícia: você deixaria entrar de quatro?
(01:25:37) Letícia reservadamente fala para Luciano: de quatro, em pé, deitada e também com a bunda empinada.
(01:25:43) Luciano reservadamente fala para Letícia: assim entraria tudo!
(01:25:49) Letícia reservadamente fala para Luciano: aí é só gemer...
(01:25:57) Luciano reservadamente fala para Letícia: e ainda ficaria quietinha, pra ser toda comida???
(01:26:09) Letícia reservadamente fala para Luciano: como o leão devorando a leoa! O macho dominando a fêmea!
(01:26:15) Luciano reservadamente fala para Letícia: sim e por que não? E metendo sem parar...
(01:26:24) Let√≠cia reservadamente fala para Luciano: amo um relacionamento sexual selvagem! √Č uma coisa animalesca! Que tal puxar meus cabelos e me dar umas palmadas na bunda?
(01:26:31) Luciano reservadamente fala para Letícia: por que não? Pelo jeito, você já aprontou muito por aí.
(01:26:41) Letícia reservadamente fala para Luciano: se eu fosse confessar ao padre, ele teria um ataque cardíaco. E você também aprontou!
(01:26:50) Luciano reservadamente fala para Letícia: acho que sim. Aprontei! Já trepei até com a mulher que passava roupa em casa. Pode me contar a tua idade?
(01:26:59) Letícia reservadamente fala para Luciano: trinta e um e você?
(01:27:09) Luciano reservadamente fala para Letícia: tenho quarenta e seis anos. Com quem você aprontava?
(01:27:14) Letícia reservadamente fala para Luciano: que tal nos confidenciarmos? Acho que teremos muita coisa picante pra contar.
(01:27:20) Luciano reservadamente fala para Letícia: sim! E o meu desejo é confidenciarmos com sinceridade!
(01:27:28) Letícia reservadamente fala para Luciano: uma vez, tive um leve relacionamento com o padre Marcelino. Ele é sádico. Sentia prazer em morder e quanto mais eu falava que estava doendo, mais ele se excitava e mordia.
(01:27:33) Luciano reservadamente fala para Letícia: ele só mordia e não gostava de enfiar?
(01:27:47) Let√≠cia reservadamente fala para Luciano: o pastor gostava, ele tinha a idade do meu pai. Depois desses envolvimentos, percebi que os pastores e os padres s√£o pessoas comuns como n√≥s. E eu achava, que eram pessoas praticamente santas. O padre celebrava missas e frequentava festas homossexuais. Isso √© que √© padre heim! E os cat√≥licos, acham que s√£o melhores que os evang√©licos. N√£o pode haver rilinhas entre religi√Ķes; pois Deus √© √ļnico.
(01:28:14) Luciano reservadamente fala para Letícia: também posso te contar um segredo?
(01:28:19) Letícia reservadamente fala para Luciano: ok.
(01:28:25) Luciano reservadamente fala para Letícia: namorei por três anos uma freira.
(01:28:30) Letícia reservadamente fala para Luciano: ah safado! Você também! Estamos na profissão certa! Namorou escondido?
(01:28:35) Luciano reservadamente fala para Letícia: quase escondido.
(01:28:40) Letícia reservadamente fala para Luciano: você ia ao convento vê-la?
(01:28:45) Luciano reservadamente fala para Letícia: não! Ela havia largado o convento para se casar com um homem.
(01:28:49) Letícia reservadamente fala para Luciano: verdade?
(01:28:53) Luciano reservadamente fala para Letícia: verdade. Quantas vezes você deu pro padre?
(01:28:56) Letícia reservadamente fala para Luciano: nenhuma, porque sexualmente não sou fã de sadomasoquismo. Mas ele me deseja até hoje.
(01:29:00) Luciano reservadamente fala para Letícia: anteontem, a mesma freira ligou. E me convidou para qualquer dia desses, ir passear na sua casa.
(01:29:05) Letícia reservadamente fala para Luciano: isso quer dizer, que você fez bem feito e a freira gostou do seu pau.
(01:29:12) Luciano reservadamente fala para Letícia: e alguém sabe, que você já foi do padre e do pastor?
(01:29:19) Letícia reservadamente fala para Luciano: nada! Apenas satisfiz alguns desejos deles. O padre, até já me escreveu vários poemas, declarando o seu tesão.
(01:29:25) Luciano reservadamente fala para Let√≠cia: a freira gostou da minha l√≠ngua e de sentar no meu pinto. Isso aconteceu aqui em Goi√Ęnia.
(01:29:32) Letícia reservadamente fala para Luciano: coitada das mulheres puritanas!
(01:29:40) Luciano reservadamente fala para Letícia: quem são as mulheres puritanas?
(01:29:50) Letícia reservadamente fala para Luciano: as mulheres, que fingem não saber que estão sendo traídas.
(01:30:00) Luciano reservadamente fala para Letícia: você acha que elas estão certas, ou erradas, de terem esse tipo de comportamento?
(01:30:10) Let√≠cia reservadamente fala para Luciano: elas n√£o querem encarar a realidade e preferem escond√™-la. N√£o tem amor pr√≥prio! Muitas s√£o assim, dizem que vivem ‚Äúmelhor‚ÄĚ, em meio ao seu comodismo e falta de autoestima. Ficam se enganando, com a ideologia, o mito, de que a verdade d√≥i.
(01:30:19) Luciano reservadamente fala para Letícia: nunca havia pensado dessa forma.
(01:30:25) Letícia reservadamente fala para Luciano: e se cada mulher mandasse embora o companheiro infiel; este mesmo homem pensaria duas vezes, antes de cometer adultério com a próxima.
(01:30:37) Luciano reservadamente fala para Letícia: sou totalmente hêtero e você?
(01:30:55) Let√≠cia reservadamente fala para Luciano: sou mulher heterossexual. Dando continuidade √†s confidencias, uma vez um bissexual tentou, que tentou ter rela√ß√Ķes sexuais comigo. N√£o fui, porque n√£o me interessava! Ele se chama H√©lio e fui ao seu encontro, em meio a uma brincadeira, atrav√©s de um c√≥digo, colocado num panfleto, de uma missa de uma igreja no Conjunto Fabiana. Para ele parar de insistir, sugeri uma ideia. Falei pra ele, se masturbar e ejacular dentro de um coco, a√≠ n√≥s, beber√≠amos a √°gua juntos.
(01:31:05) Luciano reservadamente fala para Letícia: ele topou?
(01:31:09) Letícia reservadamente fala para Luciano: topou! Parou o carro e desci para comprar o coco. Quando pedi com um buraco maior, o vendedor sacou a sacanagem e ficou com tesão. Acho que ele queria entrar na brincadeira!
(01:31:17) Luciano reservadamente fala para Letícia: o que mais aconteceu, além da água de coco espumada de porra?
(01:31:22) Letícia reservadamente fala para Luciano: chupei o pinto dele, até a sua porra lubrificar toda a minha garganta.
(01:31:39) Luciano reservadamente fala para Letícia: e tudo isso foi feito em qual local?
(01:31:45) Letícia reservadamente fala para Luciano: a chupada dentro do carro em movimento e a água de coco aconteceu próximo ao autódromo. Pra falar a verdade, foi tudo uma orgia só. Eu estava no Conjunto Fabiana, por conta do César. Fui à missa, numa igreja do lado da casa do César, por conta do Hélio; pois combinamos de nos encontrar via código, colocado no panfleto da missa. E lá, me encantei com o canto Gregoriano e acabei conhecendo também, o padre Marcelino. Agora é a sua vez.
(01:31:50) Luciano reservadamente fala para Letícia: você bem que podia me ajudar, a desvendar essa minha tara por mulheres casadas.
(01:32:10) Letícia reservadamente fala para Luciano: você é casado?
(01:32:15) Luciano reservadamente fala para Letícia: sim! E você?
(01:32:30) Let√≠cia reservadamente fala para Luciano: n√£o! Mas voltando a sua quest√£o, a mulher sendo casada, voc√™s ser√£o c√ļmplices e ela n√£o te cobrar√° nada. Porque sabe como o sistema funciona e ser√£o somente amantes. Nada de compromissos e namoros, por estarem no mesmo patamar (comprometidos com outrem). J√° a solteira, daria muito trabalho, ela cobraria um namoro, um casamento e j√° quer que o homem separe da esposa, fazem esc√Ęndalos etc.. E a casada, n√£o tem esse tipo de comportamento. Ent√£o a sua tara, √© apenas por conveni√™ncia.
(01:32:37) Luciano reservadamente fala para Letícia: gostei da tua explicação. Disseram-me uma vez, que toda mulher casada, tem uma fantasia de dar, para a um pinto maior do que já tem em casa. Isso é verdade?
(01:32:45) Let√≠cia reservadamente fala para Luciano: n√£o tem nada a v√™; pois a massa feminina n√£o pensa no pinto e sim no sentimento. As mulheres gostam de serem cortejadas e de saberem que s√£o amadas. Preferem ouvir a express√£o ‚Äúfazer amor‚ÄĚ do que ‚Äútrepar, meter, comer, foder etc..‚ÄĚ E n√£o √© voc√™ quem as come e sim elas √© que o come. Pois √© o seu p√™nis que entra, por entre os l√°bios vaginais e l√° eles s√£o ‚Äúchupados‚ÄĚ e ‚Äúdevorados‚ÄĚ.
(01:32:60) Luciano reservadamente fala para Letícia: só sei que trepar com uma mulher casada, o meu tesão aumenta duzentas vezes. Agora vamos à outra confidência. Eu também tive um caso com uma médica; no qual durou um ano. Os nossos encontros eram dentro do consultório. Ela me chamava e eu entrava como se fosse um paciente.
(01:33:08) Letícia reservadamente fala para Luciano: que excitante! Era médica de quê?
(01:33:14) Luciano reservadamente fala para Letícia: ela é psiquiatra. Teve um dia, que ela sentiu tanto tesão no meu pau, que começou a gemer muito alto.
(01:33:20) Let√≠cia reservadamente fala para Luciano: as mulheres s√£o rom√Ęnticas por cria√ß√£o e os homens duros de tes√£o. O que voc√™ faz da vida?
(01:33:25) Luciano reservadamente fala para Let√≠cia: sou funcion√°rio p√ļblico e voc√™?
(01:33:29) Letícia reservadamente fala para Luciano: também.
(01:33:33) Luciano reservadamente fala para Letícia: o que mais você tem pra me contar?
(01:33:40) Letícia reservadamente fala para Luciano: já tive casos com homens casados, noivos e enamorados. Homens de todos os tipos físicos, culturais, profissionais, financeiros, ideais e religiosos.
(01:33:45) Luciano reservadamente fala para Letícia: você já transou com casais?
(01:33:50) Letícia reservadamente fala para Luciano: já tive várias oportunidades, mas recusei todas. E você?
(01:34:02) Luciano reservadamente fala para Letícia: por que você recusou?
(01:34:12) Letícia reservadamente fala para Luciano: porque pra mim, não é apenas convidar. Eu tenho que conhecer muito bem, as pessoas envolvidas. E temos que já sermos amigos. Porque o que tem de troca de fluídos não é brincadeira! Agora deixa amigos meus, me convidarem pra você ver se eu não vou!
(01:34:19) Luciano reservadamente fala para Let√≠cia: eu j√° transei com um casal uma vez! Foi muito bom! √Č muito excitante!!
(01:34:22) Letícia reservadamente fala para Luciano: conte os detalhes.
(01:34:25) Luciano reservadamente fala para Letícia: quer mesmo saber?
(01:34:29) Letícia reservadamente fala para Luciano: tudinho.
(01:34:33) Luciano reservadamente fala para Letícia: você está com tesão com essa nossa conversa?
(01:34:36) Letícia reservadamente fala para Luciano: estou com muito T! E você está com T?
(01:34:45) Luciano reservadamente fala para Letícia: eu também. Mas se prepara que eu vou deixá-la ainda com mais tesão!!! Em falar nisso, como está vestida?
(01:34:49) Letícia reservadamente fala para Luciano: com um vestido longo e você?
(01:34:55) Luciano reservadamente fala para Letícia: estou de camiseta, cueca e o meu pau duro, está do lado de fora.
(01:35:04) Letícia reservadamente fala para Luciano: detalhista! Você deve arrancar muitos gemidos.
(01:35:15) Luciano reservadamente fala para Let√≠cia: arranco gemidos e gritos de ‚Äúai, ai, ai...‚ÄĚ Voc√™ est√° com, ou sem calcinha?
(01:35:19) Letícia reservadamente fala para Luciano: não uso roupa íntima.
(01:35:31) Luciano reservadamente fala para Letícia: que delícia! Pe-la-di-nha por baixo!!! Voltando ao assunto, tudo começou na NET, numa noite aqui no Bate Papo. Não estava tendo mulher pra conversar, mas de repente, entrou um casal se insinuando. E o marido começou a perguntar como eu era sexualmente falando.
(01:35:39) Letícia reservadamente fala para Luciano: a massa confundi sala de Bate Papo com Casa da Luz Vermelha, achando que todos aqui são prostitutos!
(01:35:46) Luciano reservadamente fala para Letícia: aí o marido disse, que era professor e que tinha umas fantasias sexuais.
(01:35:51) Let√≠cia reservadamente fala para Luciano: ih! Vai v√™ √© funcion√°rio p√ļblico tamb√©m.
(01:35:57) Luciano reservadamente fala para Letícia: ele perguntou, se eu era carinhoso e se tinha pelos nas pernas.
(01:36:02) Letícia reservadamente fala para Luciano: hum.
(01:36:13) Luciano reservadamente fala para Letícia: interrompendo um pouquinho a minha narração. Você bem que podia imaginar o meu pau entrando no meio das suas coxas, querendo comer a sua boceta!
(01:36:17) Let√≠cia reservadamente fala para Luciano: ah n√£o! √Č s√≥ isso que ele vai comer?
(01:36:23) Luciano reservadamente fala para Letícia: está bom! Mas voltando à confidência, ele foi me perguntando tudo e eu prontamente respondendo.
(01:36:26) Letícia reservadamente fala para Luciano: humm.
(01:36:30) Luciano reservadamente fala para Letícia: quer que eu continue?
(01:36:38) Letícia reservadamente fala para Luciano: continue, continue...
(01:36:47) Luciano reservadamente fala para Letícia: você está visualizando tudo? Está gostando de visualizar o meu pau entrando?
(01:36:59) Letícia reservadamente fala para Luciano: continua a história!
(01:37:10) Luciano reservadamente fala para Letícia: ele queria saber mesmo, era o tamanho do meu pau. Respondi em meio à confidência da fantasia sexual dele e da mulher.
(01:37:13) Letícia reservadamente fala para Luciano: e qual era a fantasia?
(01:37:20) Luciano reservadamente fala para Let√≠cia: ele disse que tinha o desejo, de ver um cara tendo rela√ß√Ķes sexuais com a sua mulher de quatro; at√© encher o cu e boceta dela de porra. Depois ele metia incansavelmente sob a porra quente do outro homem, at√© encharc√°-la novamente.
(01:37:30) Letícia reservadamente fala para Luciano: ah!!!... Amei o desejo dele! Eu também queria ser fodida por dois homens contínuos. Que gostoso!!! A nossa conversa está muito boa, mas tenho que ir agora Amore. Pois amanhã, que já é hoje tenho que trabalhar.
(01:37:38) Luciano reservadamente fala para Letícia: me dá o seu e-mail.
(01:37:45) Let√≠cia reservadamente fala para Luciano: [email protected]
(01:37:57) Luciano reservadamente fala para Letícia: vou te escrever.
(01:38:08) Letícia reservadamente fala para Luciano: ok Amore! Beijos!
(01:38:15) Luciano reservadamente fala para Letícia: outros beijos!
(01:38:19) Letícia reservadamente fala para Luciano: tchau!
(01:38:22) Luciano reservadamente fala para Letícia: tchau!
(01:38:23) Letícia: sai da sala...
(01:38:32) Luciano reservadamente fala para Todos: gostaria muito de conhecer uma mulher casada. Será possível? Tem alguma casada aqui a fim de conversar?...



Letícia Luccheze.
















































www.facebook.com/Let%C3%ADcia-Luccheze -173002122860743/?ref=bookmarks
www.leticialuccheze.com
[email protected]
Contato:
é necessário estar logado para enviar uma mensagem ao autor do Conto Er√≥tico. Registe-se, é gratuito.

Comentar


Código de segurança
Actualizar

Caminho:

√öltimos Coment√°rios

  • Very good! Mais...
  • I can see that your page probably doesn'... Mais...
  • Heya are using Wordpress for your site p... Mais...
  • Thank you a lot for sharing this with al... Mais...
  • It's the best time to make somme plans f... Mais...
  • Hey! Someone in my Myspace group shared ... Mais...
  • My partner and I stumbled over here diff... Mais...
  • Genuinely when smeone doesn't know then ... Mais...
  • boa tarde, Michael Fritz..gostei e me ex... Mais...
  • generic prednisone: https://canadian-pri... Mais...

Contos Eróticos Picantes no seu Email

Insira o seu Email:

Patrocinado por FeedBurner