Heterosexuais - Meu pai viajou e minha mãe Fudeu - Contos Eróticos

Contos Eroticos

                   

Pesquisa Rápida


Meu pai viajou e minha mãe Fudeu

Ver todos os Contos Eróticos de MannuPrazer

Referência (ID): 251
Meu nome é Emmanuelle (sim sim, como o da personagem de filmes eróticos que passavam na Band a pouco tempo), e só depois de mais velha fui descobri o porque de me chamar assim, sou ninfomaníaca assumida, sempre li muitos contos na internet, mas nunca tinha escrito um, e como pretendo escrever todas as minha aventuras, sobre esse vicio, tenho que começar, do inicio, meu primeiro contato com sexo (minha razão de viver).

Minha descrição: Sou Morena Cabelos castanhos e longos tenho, tenho 1,65cm de altura, 58kg seios muitos gostosos, quadril largo e cintura fina, uma típica brasileira com nome de puta francesa.
P.S: Este é o primeiro conto e ainda tenho muito o que melhorar na forma como exponho as palavras.

Tudo começou quando eu tinha 11 anos e estava na minha cama a noite brincando de boneca e comecei a ouvir alguns barulhos, fiquei com medo e como papai estava viajando a trabalho eu fui correndo pro quarto da minha mãe, quanto mais eu me aproximava mais o barulho aumentava, até que entendi o que estava acontecendo, quando olhei pela fresta da porta vi que minha mãe e um cara que eu nunca tinha visto estavam transando na cama dela, mas como ela podia ser tão ruim assim, meu pai trabalhando pra melhorar a nossa vida e ela lá gritando de prazer, como eles não me viram, eu fiquei sem saber o que fazer entrar e brigar com ela, ou não fazer nada, então continuei espiando, ela estava com as duas pernas abertas sentada no colo dele e o cacete dele dentro dela, ela rebolava como uma louca, gritava como uma puta sem vergonha, e dizia “mete vai .... mete tudo.... ahhhh.... me arregaça seu desgraçado... ” e eu ali de boca aberta admirando a cena, e quanto mais ela gritava mais ele metia o caralho na buceta dela, e ela tava arranhando toda a costa dele, hora chupava os peitos dela, hora enfiava a mão no cú e dizia pra ela “vai cadela... rebola sua puta mal amada... to te comendo na cama do seu marido... vai piranha.... que teta de vaca.... que cú gostoso de puta” e mamãe continuava com seu “vai caralho empurra tudo ..... me fode..... vai mais rápido.... mais rápido... mama meus peitos“ e o cara só aumentava o ritmo e os dois gritavam de prazer “ ahhhh..... mete mais ...... toma vagabunda... ohhhh.... caralho como isso é bom ....... enfia vai... ahhh ..... sua puta de merda... vo te rasgar toda” nessa hora senti nojo da minha mãe, mas estranhamente estava com a calcinha molhada, pensei que tinha feito xixi, e os dói continuavam “ahhh... ohhhh... caralho..... buceta boa.... me arrebenta....me arrebenta.... “ e um frenético vai e vem que pensei que a cama ia quebrar, então os dois falaram juntos “VO GOZAR..” ai eles gozaram juntos fazendo um 69, minha mãe lambendo e punhetando o caralho do cara que agora eu sei que era grande e grosso, pois naquela época era o primeiro que eu via, ela dizia “adoro porra de macho,” e o cara parecia que ia engolir a buceta dela de tanto chupar” ia enfiando os dedos e bebia o mel, e passava a língua e mordia, e pegava no peitos, e voltava a boca pra buceta, ai quando acabaram ele disse “agora vou arrombar o seu cú, sua puta”, ela olhou pra ele e disse “Sou virgem de cú, o corno do meu marido nunca quis me agradar, ele diz que tem nojo”, “Ah, é” – ele disse – “Pois agora vo te fuder no cu, pro seu corno vê o que é bom, fica de 4 piranha, e arregaça essa bunda de puta, arregaça que vo te comer, até você desmaiar” enquanto ele falava, minha mãe, mais que depressa foi fazendo o que ele mandou, ai ela disse que “Vai precisar lubrificar, na gaveta tem lubrificador” ela apontou um criado mudo, atrás dele, o cara virou de costas, abriu a gaveta e pegou foi passando no cacete dele que tava tão duro que parecia um ferro, ai ele começou a passar na bunda e no cu dela, e foi enfiando a a cabeça do caralho e ela já fazia uns “ahh... vai gostoso... enfiaa.... me enraba.... me come... ohhh... ahhhh” nissso ele tava com a metade do caralho enfiado no cu dela ai ele puxou os cabelos dela, e terminou de enfiar tudo até só sobrar as bolas de fora, e ai eles começaram a gritar “Rebola puta.... ta vendo o que é um caralho de verdade......mete mais porra... mais rápido.... efia mais esse cacete... isso rebola mais piranha..... ta gostando ne vagabunda.... come...come mais... mais rápido,.... não pra.... ta vendo o que um cacete de verdade faz vagabunda....sua vaca.... cadela.... eu só sua vaca.... sua cadela.... mete mais... vai come.. ohhhh...... vo morrer.....ohhhh.... ahhh... puta... vagabunda...piranha.... gostosa.... vadia.... ohhhh...... ahhhhhh.... caralho que cú gostoso.... eu quero mais cacete..... vai desgraçado...... ahhh....ohhhhh... ahh... vo gozar vaca.... vo gozar na tua cara”, ele puxou ela pelos cabelos e deitou na cama ela veio por cima e começou a chupar e foi chupando a porra branca que saia e ele continuava pegando nos peitos dela e dizia “Vaca...vai ...ahhhh....cachorra.... engole tudo piranha....” e ai ela terminou deu um beijo de língua nele bem demorado e ai ficaram ali frente a frente a abraçados e nus se beijando e passando a mãe um no corpo do outro, até que minha mãe disse que era hora de ele ir embora, o cara disse que ia, mas primeiro precisava de um banho, ele foi até ao banheiro e minha mãe começou a arrumar o quarto, ai eu e escondi mais pro corredor pra ela não me vê, quando terminou de arrumar, foi pro banheiro também, e só ouvi uns gritos de “ahhh... caralho.... puta do cacete...... mete vai... no cu.... eu quero... no cu...” ficaram lá mais ou menos uns 15 minutos, não sei direito, ai o cara saiu já vestido e ela de toalha, me escondi mais atrás da porta, para não me verem, ele abaixou e beijou com língua e tudo a buceta dela, e depois na boca e pegando nos peitos e outra no cu, e depois na buceta de novo, eles disseram “tchau”, e eu fui correndo pro meu quarto, ouvi mais “Tchau gostosa, cuida bem do seu corno, vaca...” a porta bateu, e fingi que dormia, ela veio em direção ao meu quarto me viu dormindo e disse “ai meu anjo, um dia você vai senti, o senti esta noite” resolvi que não ia contar nada pro meu pai, pois se eles se separassem eu ia sentir muita falta dele.
Contato:
é necessário estar logado para enviar uma mensagem ao autor do Conto Erótico. Registe-se, é gratuito.

Comentários  

 
0 #5 Marisol 28-11-2017 09:08
I have checked your blog and i have found some duplicate content, that's why you don't
rank high in google, but there is a tool that can help you
to create 00% unique content, search for: Boorfe's tips unlimited content

Also visit my web blog :: AverySmall: https://Brigitte0.blogspot.com
Citar | Reportar ao administrador
 
 
+2 #4 João Donji 20-01-2013 09:30
Fiquei muito teso por ler o comentario, espero que quando haver um come e bebe me convidam.
Citar | Reportar ao administrador
 
 
+6 #3 michelle 25-02-2011 23:38
gostei muito...
Citar | Reportar ao administrador
 
 
+2 #2 pereira andrade 26-01-2011 15:42
q delicia de conto em gata .
so q eu gostaria de ser esse macho q fudeu sua mamae.
e quem sabe um dia pode ti fuder tambem safad.
Citar | Reportar ao administrador
 
 
+2 #1 Jaime69 14-01-2011 13:54
Muito bom.

Parabéns pelo conto , espero que continues a escrever.

Espero ansiosamente pelo próximo

Mais uma vez parabéns
Citar | Reportar ao administrador
 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

Caminho:

Últimos Comentários

  • Que prazer gostoso Mais...
  • Nossa quero conhecer-te Mais...
  • https://nflvswatch.com/ https://nflvswat... Mais...
  • Ola gata gostei muito do seu conto entra... Mais...
  • Ola gostei muito do seu conto de zoo Mais...
  • Fantastic blog! Do you have any tips for... Mais...
  • I see you don't monetize your blog, don'... Mais...
  • Delicia chama no wats Mais...
  • eu fico te esperando para te dar esse t... Mais...
  • Hummm Mais...

Contos Eróticos Picantes no seu Email

Insira o seu Email:

Patrocinado por FeedBurner