Orgias - Aventura em 2003 - Contos Eróticos

Contos Eroticos

                   

Pesquisa Rápida


Aventura em 2003

Ver todos os Contos Eróticos de Gustavo Cama

Referência (ID): 1284
Conto esta aventura que foi uma dá coisa mais bonita que me aconteceu


Em 2003 pus um anúncio no jornal "sexus" como título: "Cavalheiro procura casal para realizar fantasia".

Tive duas respostas, uma de um casal de Leiria e outro de Oeiras, falei com de Oeiras ao tlm combinamos um encontro na Ericeira para conhecer-nos.

O encontro correu bem, ele tinha 56 anos ela 54, tinham um bom carro, boa aparência. Bebemos um café e falámos de várias coisas, por fim ficou combinado que ligavam-me para dar uma resposta.

Ligaram na semana a seguir, a combinar para ir ter a casa deles,um bom apartamento.
Quando cheguei lá fomos para a sala, tomámos uma bebida, conversa de sexo para ali conversa de sexo para acolá e começámos todos a ficar com os olhos a brihar e cheios de tesão.
Ela tinha vestida uma saia, meias com cinto de ligas e uma blusa preta fina, que deixava os bicos da mamas a ficarem espetados.
A certa altura pergunto: - "posso ir tomar um duche?" e fui para a casa de banho, o marido acompanhou-me e no corredor apalpou-me o caralho, dizendo para a mulher que esta duro, e ela riu-se.
Após tomar um duche, volto para sala todo nu e estão os dois no sofá. Então começo a tirar a roupa dela enquanto ela mexe no meu caralho, comecei no mel com ela, ele despe-se e olho para o caralho dele, murcho e pequeno.

Ela começa a ficar doida e mete o meu caralho na boca, uiii que boca tão quente, enquanto ele começa a mamar na cona dela.
Que broche meu Deus, ela mamava tudo e até ponha os colhões na boca,depois veio-se com o minete do marido. Ela respira fundo, parámos um pouco e ela diz-me que o meu caralho é uma delicia e pergunta-me se deixo o marido provar, como nunca nenhum homem me fez um broche, respondo que sim.
Ao que ela diz que gostava de ver o marido a mamar e este começar a fazer a mamada enquanto ela a dizer como se faz.
- Ai que tesão!!!! Ele a mamar, ela a ver e a mexer nos colhões. Depois mamaram os dois, um de cada vez, não aguentei e esporrei-me para eles ao mesmo tempo que lambiam-me o caralho, ela tinha também esporra nas mamas e começou a massajá-las.
Então ela foi tomar um duche, eu fiquei na sala com ele a mexer no meu caralho, disse-me que não tinha muita tesão, que só fazia minetes à mulher, que ela gostou de mamar no meu caralho e agora queria que eu a fodesse, pois ela já não levava com um caralho na cona há muito tempo.

Ela vem do duche vestida com um robe branco, dá um beijo ao marido e diz-lhe --"vejo que está entretido", pois ele esta a mexer no meu caralho, já meio teso, ele responde -"é para foder a tua cona". Então ela dá-me um grande linguado, ponho-lhe as mãos nas mamas, que estão tessas com os bicos duros.De seguida passo a mão pela a cona, "já está húmida"- digo eu a ela-, o marido vem, chupa-me caralho e diz-nos para irmos os dois, eu e ela, para o quarto para fodermos à vontade.

Fomos para o quarto e começámos no mel, eu a mamar na boca, na cona e a fazer 69. Ela tinha cona tão saborosa e mamava tão bem, passava a língua pelo o meu cú e punha os colhões na boca.
Pediu-me para a foder e disse que não levava na cona com um caralho real há muito tempo, só com o "tolinhas" (era o vibrador deles).
Ela meteu-me a camizinha e comecei fodê-a, parecia que estava virgem.
Eu fodia com tudo, comecei a enfiar o caralho todo e ela a ficar doida. Depresa ela vem-se uma vez e pouco tempo depois outra vez. Eu continuava e ela pedia para não parar, já estava doido com ela, tinha uma cona tão quente e para uma mulher de 54 anos a foder, não era uma foda era um fodão.

Pedi-lhe para ela colocar-se de quatro, para a foder á cazana, enfio o caralho de uma só vez na cona e ela manda um grito de prazer e diz:
-"FODE, FODE ME ESSA CONA!!! AMOR ESTA A VER COMO EU GOSTO DE FODER"
O marido estava a ver á porta, mas eu não tinha-o visto, deu-me tanta tesão que esporei-me todo, foda-se que loucura.
Caí para o lado, ela dá-me um grande beijo e diz que tinha sido uma das melhores fodas que tinha dado.
Depois abraça o marido e dá-lhe um grande beijo, ele agradece-me pelo espectáculo saíram os dois para eu ficar a descansar.
Entretanto ela volta com uma toalha, tirou-me a camizinha do caralho, limpou bem limpo e dá uns beijinhos na cabeçinha.Ele também volta e ela pergunta:
- "Amor queres chupar?"- Ao que ele responde sim e começa a brincar com o meu caralho mole, mas estava a dar um gozo maluco. Ela ia dizendo como ele devia fazer -" Amor chupa assim, põe a mão assim, agora passa língua ali, depois passa a lingua pelo cú", ele fazia tudo que ela mandava
e bem!!!!
Comecei a mexer na cona, já estava a doida e ela pede-me: -mama na cona-
eu bom rapazinho e obediente, começo a mamar a cona enquanto o marido mamava me o caralho.
Só parámos quando esporei-me todo, ela deve ter vindo duas ou três vezes e
ficámos deitados os três na cama, todo o quarto cheirava a foda....
Contato:
é necessário estar logado para enviar uma mensagem ao autor do Conto Erótico. Registe-se, é gratuito.

Comentar


Código de segurança
Actualizar

Caminho:

Últimos Comentários

  • I every time used to study post in news ... Mais...
  • Gostei muito queria chupar vc muito sua ... Mais...
  • delicia demais rabinho de novinho Mais...
  • adoro ler contos de mulheres safadas Mais...
  • (quatro, sete) nove, dois, doze, meia, q... Mais...
  • Interessante como é possível muitos home... Mais...
  • delicia era tudo que eu queria que minha... Mais...
  • adorei a puta da sua esposa tbm quero Mais...
  • vc e uma casada bem safada e tesuda pois... Mais...
  • sou moreno adoro vc whatsapp add solteir... Mais...

Contos Eróticos Picantes no seu Email

Insira o seu Email:

Patrocinado por FeedBurner