Gays - Te amei, amo e sempre vou te amar -6- Tensão. - Contos Eróticos

Contos Eroticos

                   

Pesquisa Rápida


Te amei, amo e sempre vou te amar -6- Tensão.

Ver todos os Contos Eróticos de mrpr

Referência (ID): 1340
Augusto me chamou e disse já ter que ir, me abraçou beijou e disse:
_ Nossa como o tempo voou, nem vi passar estava tão feliz com você em minha casa do meu lado.
_ Ainda estou do seu lado.
_ È, mas agora você já esta aqui em seu apartamento e amanha não te terei ao lado na cama quando acordar.
_ È quem sabe um dia ne?
Augusto me abraçou forte me deu muitos beijos um bem longo e se despediu. No outro dia em meu apartamento Mariza super curiosa me pergunta como foi meu fim de semana.
_ Foi bom.
_ Nossa que entusiasmo.
_ Não era bem isso que eu esperava quando ele disse que iriamos ter um final de semana so nosso você sabe.
_ Como assim não foi bom?
_ Há Mariza foi bom, vou te contar. No começo eu fiquei cismado com a casa sabe, não era nada daquilo que eu imaginava.
_ Como assim? Para onde o Augusto te levou?
_ Me levou para a casa dele, acredita?
_ Ual que evolução e onde mais?
_ Lugar nenhum, ficamos la da mesma forma que aqui so que na casa dele.
Mariza riu.
_ Mas pelo menos vocês “saíram” daqui e como foi la? Conheceu a sogrinha?
_ Claro que não, a irmã dele levou ela sei la para onde, nem nos encontramos.
_ E então como foi dormir na casa dela sem ela la?
_ Estranho, eu imaginava uma casa com cara de velha kkkk sabe com a decoração com vários portas retratos, moveis estilo retro sabe, cristaleira na sala, quadros de fotos pintados na sala assim como era a casa da minha família na infância sabe?
_ Tirando os quadros pintados e a cristaleira você praticamente descreveu meu apartamento, o que significa que preciso urgente de uma repaginada kkkk
_ kkkk boba, mas então isso uma casa meio como a sua bem família afinal ele descreve a mãe como uma senhora super conservadora e tal, mas não menina a casa toda moderna, clean achei ate um pouco fria sabe não de temperatura, mas parecia que não morava uma família ali, não tinha plantas, ou fotografias coisas antigas...
_ Entendi, não tinha um toque pessoal.
_ Exato! Estava mais para um cenário. Ele disse que as coisas foram escolhidas pela ex e a mãe achou melhor deixar como estava após o divorcio.
_ Será que ele fez de proposito? Escondeu as coisas, as fotos, para você não ver?
_ Não sei, mas isso não faz sentido porque ele faria isso? Ele disse que era porque não gostavam de tirar fotos, depois me mostrou um álbuns tinha mais fotos antigas dele e a maioria sozinho.
_ Você viu a foto da ex dele?
_ Claro que não ne Mariza.
_ Há eu ficaria curiosa.
_ Pois eu nem quero saber de ex nem dele nem do... do meu. Ai amiga acredita que acabei tendo o pesadelo de novo? E pior ficava me lembrando das coisas que eu e o.... o outro tínhamos combinado de fazermos juntos.
_ Já de disse para procurar ajuda.
_ Que ajuda Mariza?
_ Um psicólogo, uma vidente sei la.
_ Vidente Mariza?
_ Você não vive dizendo que o Rafael esta morto? E se estiver mesmo e esteja tentando se comunicar com você?
_ Se estiver que continue morto e quieto o que ele tinha que me dizer tinha que ter feito vivo se ele realmente morreu agora já não adianta mais!
Em meu apartamento conversando com Mariza...
_ Ai amiga desde que voltei da casa do Augusto que estou descalço e não encontro meu chinelo
_ Ja procurou no guarda roupa, debaixo da cama, atrás do sofá?
_ Sim Mariza em todo lugar e não encontro só posso ter deixado na casa do Augusto.
_ Hummm ja ta deixando as coisas lá é? Começa assim um chinelo hoje, um casaco amanhã logo ja ganha uma gaveta dias depois ja estão morando juntos e a velha te chamando de genrinho querido.
_ Quem dera amiga, mas desta vez juro que não era essa a intenção.
O pior é que ele não me responde as mensagens, não me atende e nem retorna minhas ligações.
_ O que não é uma novidade, mas já não faz mais de duas semanas isso?
_ Sim.
_ E ele não deu sinal de vida depois disso?
_ Nenhuma mensagem se quer.
_ Nossa! Olha pensei que isso melhoraria afinal vocês se estranharam a pouco tempo por isso, geralmente o Marcelo fica esperto por um tempo e depois vai relaxando.
_ Acho que o Augusto esta pensando que esta com muito saldo positivo por ter me levado na casa dele, mas serio isso dele me atender quando ele bem quiser já esta mais que me irritando.
_ Vai na casa dele, nem é tão longe. Pega seus chinelos aproveita e já conversa com ele.
_ É melhor não, já combinamos que eu não iria sem avisar.
_ Mas se ele não te atende no celular, já tentou o fixo?
_ Não tenho.
_ Não tem? Nem vou perguntar o porquê...
Disse Mariza fazendo uma cara feia para mim colocando a mão na cintura.
_ Vem vamos la no meu apartamento o Marcelo trabalha com ele no escritório deve ter o telefone la na agenda.
Reluto um pouco quanto a ideia.
_ Mariza ele vai brigar comigo.
_ Santiago quem tem alguma razão aqui para brigar com alguém é você! O cara já não é nenhuma criança, assumido ou não ele quem te procurou para iniciar uma relação e querendo ou não isso implica sim dar uma certa satisfação afinal vocês não estão ficando como dizem os adolescentes. Agora você liga, manda mensagem o cara não te responde, some, aparece o dia que quer com uns bombonzinhos e fica tudo por isso mesmo?
_ Você tem razão.
_ Tenho! E esse não é o Santiago que eu conheço cadê o Santiago que questiona, que convence, que lê as pessoas? Sei que eu te pedi inúmeras vezes para dar uma chance para você mesmo, para deixar de ser pe atrás com os pretendentes, mas isso não significa ser capacho Sam, não quero que você se magoa novamente.
_ Acho que foi isso, para tentar que esse relacionamento vingasse acabei deixando muita coisa passar e ele acabou se acostumando com isso.
_ Ok o que já aconteceu se foi, agora vamos focar de agora em diante. Você vai ligar e se a mãe ou irmã sei la quem atender é so dizer que é um amigo ou alguém do trabalho sei la inventa uma historia e pede para chamar ele e se ele não quiser atender você vai la e eu vou junto.
_ Vixe! Agora você esta apelando.
_ Vem logo rapaz! È melhor usar o meu fixo porque se ele tiver identificador no fixo é perigoso continuar sem te atender.
_ Hummm ta espertinha hem?
Fomos ao apartamento de Mariza.
_ Nossa sorte é que o Marcelo voltou a ser adepto a agenda física depois que perdeu duas vezes contatos importantes no celular, uma vez por ser roubado e outra por deixar cair na agua.
_ Alô?
_ Alô quem fala?
Me atendeu uma voz feminina, mas não uma voz de senhora, deve ser a irmã dele pensei.
_ Meu nome é Santiago trabalho com o Augusto ele esta?
_ Sim vou chama lo.
_ Alô...
Atendeu Augusto e fez silencio, então eu chamei.
_ Augusto...
Como que esperado que alguém saísse da sala com uma voz meio que cochichando ao mesmo tempo forte com tom de zangado e autoridade de quem esta dando uma bronca com alguém Augusto responde:
_ Você esta maluco ligando aqui? O que combinamos? O que pode ser tão urgente assim?
_ Ei calma não precisa disso tudo não.
_ Há não precisa?
Perguntou com tom de ironia e continuou voltando com a voz de bronca:
_ Ja ligou, agora fala logo o que quer!
Nem respondi, apenas desliguei o telefone batendo o fone no gancho com muita raiva.
_ Quem ele pensa que é para falar assim comigo?

Continua...

Autor: Mrpr2
Contato:
é necessário estar logado para enviar uma mensagem ao autor do Conto Erótico. Registe-se, é gratuito.

Comentar


Código de segurança
Actualizar

Caminho:

Últimos Comentários

  • Adorei gostava ter o prazer de o fazer c... Mais...
  • sexo anal é muito saboroso, de fazer ver... Mais...
  • Sweet blog! I found it while searching o... Mais...
  • Pinag papantasya c ALDEN NG DEREKTOR KYA... Mais...
  • How to increase traffic to your site [yo... Mais...
  • How to drive traffic to your website [yo... Mais...
  • Uauuu! Fantástico! Parabéns. Continua? r... Mais...
  • Hello guys! Who wants to chat with me? I... Mais...
  • Hi fellas! Who wants to see me live? I h... Mais...
  • This post is worth everyone's attention.... Mais...

Contos Eróticos Picantes no seu Email

Insira o seu Email:

Patrocinado por FeedBurner