Travestis e CrossDressers - Fim da análise - Contos Eróticos

Contos Eroticos

                   

Pesquisa Rápida


Fim da análise


Referência (ID): 1304
Bom, tenho 1,91, 108 kg, pouco pelo pois passo máquina que minha patroa curte! Sou tranquilo quanto a sexo e sei do que curto e não me recuso a praticar do que gosto. Sou muito bem definido nas minhas opções.

Na minha 1a experiência CD fiquei com aquela sensação da calcinha na minha bunda, o tesão que causou e como os orgasmos foram intensos. Um dia em casa minha esposa conversando sobre sexo me perguntou qual desejo eu tinha que pudessemos realizar juntos. Perguntei a ela se qualquer um, o que ela me respondeu que qualquer um desde que somente nós dois! Falei que queria usar uma lingerie feminina na hora que transássemos e praticássemos o beijo grego, ambos. Ela se surpreendeu e disse que o beijo grego rolaria, mas que a lingerie tiraria totalmente o já pouco líbido dela, que até cueca menores não curte quando uso. Para ela somente boxer...

Bom, diante da recusa dela, me senti mal e acabei na nálise. Na 2a sessão a analista me diz que era para eu enfrentar essa vontade e não deixar abafado! Fiquei com aquilo na cabeça e quando sai do consultório fui no mercado que tinha próximo. É um desses hipermercados que tem de tudo, peguei o carrinho para buscar o que precisava para casa e ao passar pelo setor de lingerie, o desejo me fez virar o carrinho. Vi uma calcinha minúscula roxa e preta num tecido muito macio. Fiquei com ela numa das mãos acariciando e o líbido aumentando. Senti tanto tezão que coloquei no carrinho e a comprei. Coloquei todas as compras no carro, peguei a calcinha e fui no banheiro do próprio mercado. Tirei a cueca, que já de antiga joguei fora. Coloquei a calcinha, ajeitei no rego, ficou uma delícia! Resolvi sair com ela e ir embora usando! Tinha decidido que essa questão ficaria resolvida! Saí e fui tomar um chopp na praça de alimentação. Sentei, estava de polo e calça jeans, mas que não tinha marca nem deixaria a calcinha a vista. Pedi o chopp e para minha surpresa minha analista estava na mesa ao lado, que segundo ela esperando o marido. A cumprimentei e disse que não voltaria ao consultório. Ela sorriu e respondeu que imagina que sim. Mexi na minha roupa e mostrei a calcinha pelo lado do meu corpo. Ela sorriu e perguntou se gostei . Disse que sim! Ela me perguntou se mudou algo em mim! Disse que nada! Nada mais disse somente me dando um beijo no rosto e dizendo que foi um prazer ajudar.

Me levantei e fui para o carro. Parecia que todos sabiam mas não me importava. Entrei no carro, liguei para minha amiga que transamos na 1a relação CD e disse que meu pau a esperava, já de calcinha! Ela veio voando e transamos nos fundos de um shopping próximo que o estacionamento fica esmo e meio escuro. Foi uma loucura, mas deixo para um outro conto!!!
Contato:
é necessário estar logado para enviar uma mensagem ao autor do Conto Erótico. Registe-se, é gratuito.

Comentar


Código de segurança
Actualizar

Caminho:

Últimos Comentários

  • Vontade de chupa buceta Mais...
  • Uma porcaria! Perdi um tempo precioso le... Mais...
  • Oi delicia me manda seus contos Aventure... Mais...
  • Nove oito oito quatro quatro zero seis o... Mais...
  • Chama no whats -0 Mais...
  • -0 Mais...
  • Chama no whats -0 Mais...
  • Se quiser eu me disponho a te ajudar qu... Mais...
  • foi bom q o patrao da minha mulher meteu... Mais...
  • a minha mulher também deu pra patrao del... Mais...

Contos Eróticos Picantes no seu Email

Insira o seu Email:

Patrocinado por FeedBurner