Travestis e CrossDressers - Meu tio me pegou no flagra com meu primo! - Contos Eróticos

Contos Eroticos

                   

Pesquisa Rápida


Meu tio me pegou no flagra com meu primo!

Ver todos os Contos Eróticos de MihCdzinha4

Referência (ID): 1072
Bom, eu sempre passava as ferias da escola na casa da minha vó, e mora ela e um irmão dela de 68 anos, tio da minha mãe. Minha vó aos domingos ia pra igreja mais cedo e meu tio saia pouco depois, eu ficava sozinha na casa dela, na ocasião me aproveitava para me montar, sempre levava algumas peças de roupa para me montar la, e quando ela saiu pra igreja eu fui me montar, meu primo Isaac sempre ia lah, a gente ficava de vez enquando, só de beijo, ele nunca tinha me visto montada, ai ele chegou e eu tinha trancado a casa toda só o portao ficou aberto e ele entrou me chamando, eu tava vestida com uma calcinha preta fio dental, uma saia curta preta, sutien, uma blusinha vermelha, de salto, toda maquiada, sentada na sala, mexendo no notbook, quando escutei a voz dele eu me assustei, não sabia o que fazer ele bateu na janela da sala e pediu pra abrir a porta da cozinha pra ele, nao sabia se eu me trocava ou não, mas até me trocar ia demorar e ele ia acabar indo embora, entao, decidi abrir a porta, quando abri a porta, ele soltou um berro -PUUTTAA QUEE PARIUUU, eu dei um sorrisinho e perguntei -Não gostou? e ele disse -Adorei... e me agarrou e começou a me beijar, ai ele fechou a porta e falou p gente ir para o quarto só que me pediu pra ir na frente dele pq ele queria me ver melhor, quando chegamos no quarto ele sentou na cama e pediu pra me desfilar para ele, e eu desfilei e quando parei na frente dele ele disse que não imaginava que eu fosse tão gostosa assim, pq nas roupas que eu usava normal nao aparentava, mas me vendo dakele jeito ele ficou pasmo, ai eu abri as perna e sentei no colo dele e a gente começou a se beijar descontroladamente, ele apertava minha bunda, e eu sentia o pau dele duro como uma rocha, ai eu me ajoelhei no chão e abri o ziper da bermuda dele, tirei o pau dele pra fora e disse que sempre quis chupar ele, e ele olhou para minha, segurou meu rosto me deu um beijo e disse - Aproveita o quanto vc quiser minha linda, ai cai de boca nele, que pau gostoso, eu chupava com tanta vontade, e ele dizendo -Chupa bem gostoso minha linda, gostosa, e chupei ele por uns 20 miutos sem parar, ai ele me levantou e me colocou de 4 na cama, e disse -agora sou eu que vou fazer uma coisa que eu sempre quis. puxou minha calcinha e começou a lamber me cuzinho, e eu comecei a delirar de tanto tesão, ele me perguntava se eu tava gostando e eu dizia -to amando amor! Ai ele começou a colocar o dedo e socava, perguntou se eu queria mais e eu dizia q sim, ai ele colocou dois dedos, socava um pouco e perguntou se eu queria mais, eu dizia sim, ele colocou o terceiro dedo, socou e perguntou se eu queria mais, ai eu levantei puxei ele e falei pra ele deitar na cama, ele deitou eu fui pra cima dele e a gente começou a se beijar, e eu fiquei rebolando pra pica dele achar meu cuzinho, ai eu peguei e guiei akele mastro ateh me cuzinho, e foi encaixando devagarzinho, e quando entrou tudo eu comecei a rebolar, e depois comecei a cavalgar na pika dele feito um louca, e ele me puxava e me beijava, dizendo que meu cuzinho era quentinho, que tesão, ai ele me pegou de 4 e come çoa a me penetrar novamente, ele socava forte e eu morria de tesao, eu sentia as bolas dele batendo na minha bunda, ai pedi -me bate amor, e ele falou -vc quer apanhar meu bem? eu - sim, me bate, bate forte! Ele começou a me bater, e pesava a mao, e cada tapa que ele dava ele dizia -é disso que vc gosta safada? eu- sim, bate mais forte. Cada tapa que ele dava eu pedia, mais forte, ai ele tirou o pau dele e disse: -monta em cima denovo e eu sentei e comecei a rebolar, e a gente empolgou naquilo, a gente se beijava, no calor dakele dakele beijo, dakele abraço, ele penetrando dentro de mim, nem percebemos, só vimos na hora que o tio da minha mãe tava na porta do quarto ai ele disse: -OPAA! Ai nos assustamos, eu pulei de cima dele pro lado da cama, Isaac e eu começamos a gaguejar, ai ele disse, quero atrapalhar vcs não, só vim pegar minha roupa p mim trocar, só toma cuidado q sua vó ta quase chegando, ai ele pegou a roupa e e saiu do quarto, Isaac se vestiu rápido a gente se despediu com um beijo e ele foi embora e eu fui para o banheiro morrendo de vergonha, não sabia como olhar pro tio da minha mãe. ai tomei banho, me vesti normal, calcinha sempre, mas a roupa de rapaz normal, minha vó chegou, eles jantaram e eu fiquei quietinha la no quarto mexendo no not cversando com Isaac, e eu dormia no mesmo quarto q ele, ai ele veio e deitou, e quando ele percebeu que vó jah tinha dormido, ele virou pra mim e disse q tinha achado que eu fiquei muito bonita de menina, e disse que nao gostava desse negocio de viadagem, mas ele sentiu tesão quando me viu como Isaac, e eu fiquei caladinha, não falava 1 a, ai ficou akele silencio durante uns 10 minutos, ai na hora que eu desliguei o not, ele me perguntou: -há quanto tempo vc eh viadinho? eu -não quero falar sobre isso tio, tenho vergonha. ele: -mas eu vi vc com o Isaac, que que tem? eu ja vi ué, é só vc reponder. eu: não, melhor não. ele: - vc gosta de pinto? eu: -deixa isso pra lá tio, vamos dormir, só me promete que não vai contar pra ninguem sobre mim e o Isaac. ele: -prometo com uma condição. eu: -condição? qual condição? Ele levantou, trancou a porta do quarto, acendeu a luz, parou na beirada da minha cama tirou o pinto pra fora disse: -chupa. eu olhei pra ele e disse: -Mas não foi vc que acabou de dizer que não gosta de viadagem? ele: -mais eu to com tesão, e como não tem uma mulher aqui, vai vc mesmo! ai eu disse: -e pq vc acendeu a luz? ele: -pq quero ver vc me mamando. Ai ele me levantou da cama e me colocou de joelho no chão e disse: -vai, chupa! Ai eu olhei a pika dele, tava mole, e eu não resisti em tentar faze-la ficar dura na miha boca, e comecei a chupar ele, eu chupava com gosto, ele pedia pra mim chupar olhando pra ele e dizia: -chupa seu viadinho, e disso que vc gosta ne, viado! ai comecei a sentir pau dele endurecendo na minha boca, não ficou muito duro como o do Isaac, afinal o tio jah era velho, mas eu chupava com gosto, ai ele segurou forte minha cabeça, e disse q ia gosar ai eu chupei mais rapido e ele segurou minha cabeça com o pau dele todo na minha boca e gosou, ai ele me deu um tapa na cara e disse que eu ia fazer aquilo todos os dias na hora de dormir enquando eu estivesse lá, que esse era o preço pra ele não contar nada! Fim!

Bjos Amores!

Blog: http://michellemeyrellescdzinha.blogspot .com.br/

email: [email protected]

facebook; Michelle Meyrelles CDzinha
Contato:
é necessário estar logado para enviar uma mensagem ao autor do Conto Erótico. Registe-se, é gratuito.

Comentar


Código de segurança
Actualizar

Caminho:

Últimos Comentários

  • ótimo conto..sempre que leio fico puto d... Mais...
  • (quatro, sete) nove, dois, doze, meia, q... Mais...
  • ótimo conto..sempre que escuto fico puto... Mais...
  • The Catholic missionaries and other reli... Mais...
  • Have a look at my blog post; st patrick'... Mais...
  • No issue - obtain st patrick's day t shi... Mais...
  • Thanks for a marvelous posting! I defini... Mais...
  • I have to thank you for the efforts you ... Mais...
  • Gostaria que vc me passasse o contato de... Mais...
  • So de anapolis 0 Mais...

Contos Eróticos Picantes no seu Email

Insira o seu Email:

Patrocinado por FeedBurner