Gays - Um Sonho Muito Louco - Contos Eróticos

Contos Eroticos

                   

Pesquisa R√°pida


Um Sonho Muito Louco

Ver todos os Contos Eróticos de Dennys

Referência (ID): 1483
Meu nome é Henrique, tenho 35 anos sou conhecido como Kaique no meu círculo de amizade.
Sou casado com Carla, mulher linda, deliciosa, e que chama atenção por onde passa.
Nossa vida tem sido ótima, eu trabalho como assistente de diretor de
uma ind√ļstria e ela como secret√°ria em um banco.
Sexualmente nosso casamento é pleno com sexo quase todo dia, contudo
desde que entrei para faculdade com 19 anos, tenho sentido algo diferente, um desejo até então nunca sentido.
Desde aquela época venho lutando contra este desejo que a cada dia fica mais latente. Hoje com sete anos de casado e tendo uma mulher muito criativa no sexo, meu desejo ficou quase incontrolável quando ela com intenção de me dar mais prazer, passou a língua em meu cuzinho.
Aquele dia gozei como nunca, ao ponto dela notar e elogiar.
O fato √© que jamais esqueci aquela linguinha e pude ter certeza quanto eu tinha prazer naquela parte do corpo. √Č bom dizer que n√£o sou gay, pelo menos nunca tive com outro homem, mas tenho que confessar que morro de curiosidade. Por diversas vezes deitei na cama de bru√ßos induzindo minha mulher a se deitar sobre mim e se movimentando como se tivesse me possuindo. Aquilo me dava tanto prazer que comecei a ter sonhos er√≥ticos com homem e este homem era Bruno
um amigo da academia que frequentava, que sempre me despertou algo diferente.
Eram sonhos rápidos, mas que aceleravam meu coração e já me fizeram gozar dormindo. O que passo a contar foi o ultimo sonho que tive com Bruno,
que me levou à loucura. Parece que levou a noite inteira.
Nós estávamos em um apartamento que não sei de quem era.
Bruno apareceu nu diante de mim, parecendo tudo normal e com
sorriso no rosto que lhe é tão peculiar deixando-o ainda mais bonito.
Seu corpo malhado sua cor morena seu peito largo e peludo faziam dele um deus grego. O que mais me chamou a atenção em Bruno foram suas pernas
grossas e longas, até no sonho fiquei envergonhado,inibido, mas Bruno veio em minha direção e com os braços abertos me pediu um abraço me apertando contra seu peito. Eu senti perfeitamente o calor daquele corpo em meu rosto enquanto era apertado por Bruno. Huuum que delicia ser abraçado por aqueles braços fortes. Deliciava com aquele momento quando Bruno
carinhosamente pagou em meu queixo e levantou em direção a sua boca.
Ai que beijo delicioso, minhas pernas ficaram bambas de sentir aquela língua grande, quente e molhada na minha boca. O pau de Bruno já estava rígido
e se alojou entre minhas coxas me dando uma sensação extraordinária de puro prazer. Bruno sentindo que comandava a situação e que poderia fazer o que desejasse, me virou de costas e me abraçando colou o pau no meu reguinho me levou à loucura. Meu desejo por Bruno já era incontrolável, então sem pensar deixei mau corpo descer lentamente acariciando aquele homem até ficar em frente de seu membro encantador, deslumbrante.
Bruno j√° estava super excitado, a minha vis√£o de t√£o perto daquele pau me
deixou alucinado. Era muito lindo, grande grosso, com as veis ressaltadas.
Meu tes√£o por aquele homem foi a mil.
Eu não resisto, tenho que tocar. Como é quente, duro e macio. Iniciando uma
massagem lenta e carinhosa, senti Bruno gemer baixinho e segurando minha
cabe√ßa a levou em dire√ß√£o a seu pau. Pela primeira vez experimentei a sensa√ß√£o de colocar na boca. √Č maravilhoso chupar um pau, mesmo sonhando foi delicioso. Come√ßando a sentir um gosto diferente imaginei que Bruno tivesse gozado um pouquinho em minha boca.
Ai que loucura sentir aquele gosto desconhecido, é uma delicia proporcionar tanto tesão a Bruno.
demonstrando claramente que não estava aguentando mais, Bruno me levanta, me vira de costas e novamente me abraça apertado falando em meu ouvido que sou muito gostoso. Ouvir aquela voz grossa pertinho de meu ouvido me arrepiou todo, aumentando meu desejo.
Bruno, com a respiração muito ofegante posicionou seu pau entre minha coxas bem lá em cima. Bem pertinho, sabe ? Aquilo me levou a um delírio quase incontrolável
Agora sim, sentindo o pau de Bruno bem pertinho de meu buraquinho eu fui à loucura desejando entregar meu corpo para aquele homem sem esperar mais. Sem pensar, coloquei minha mão para trás segurando aquela delicia e comecei a esfregar em meu cuzinho. Bruno gozou mais um pouquinho deixando meu cuzinho todo melado, então eu coloquei bem na portinha e pressionei minha bundinha sentindo a cabeça entrar. Não sei como não acordei ou desmaiei.
Nós estamos super excitados, minha garganta está seca e Bruno mau consegue falar de tanto tesão.
Huuum Bruno, como você é carinhoso comigo, me dá tanta segurança.
Vem comigo, vem ? E me deitando na cama de barriga para baixo, provoquei Bruno com movimentos lentos em meus quadris, ent√£o Bruno
elogiando meu corpo, principalmente minha bundinha deitou-se sobre mim
me abraçando e dando mordidinhas em minhas costas e pescoço
Eu fui as nuvens sentindo o peso de Bruno nas minhas costas e me embriagando com seu perfume delicioso. Eu queria ser possuído naquele
momento, n√£o aguentava nem mais um minuto. Me sentia completamente dominado, subjugado e entregue aquele homem. Eu nunca havia sentido
tanto prazer com uma mulher, me, com a minha.
Eu estava inteiramente fora de mim, só queria sentir prazer e dar prazer,
então Bruno se ajeitou e posicionou seu pau na minha entradinha me causando mais ansiedade e impaciência.
Ai como é maravilhoso, estonteante, ter pau duro e quentinho no meu anelzinho. Naquele momento eu me senti a pessoa mais realizada, pela primeira vez eu ia sentir um homem dentro de mim.
Bruno muito carinhoso como sempre me disse baixinho que ia colocar delicadamente e se doesse para avisar. Eu n√£o me importava com dor eu queria era dar meu cuzinho. A √Ęnsia de me entregar a Bruno era tanta, que sem esperar mais arrebitei meu bum bum e rebolando o quadril implorei com a voz fraca para Bruno me comer. Continuando com os movimentos lentos e circulares comecei a sentir a penetra√ß√£o. Que fasc√≠nio que loucura.
Estou totalmente alucinado de tanta excitação em sentir Bruno entrando em mim. Ai que delícia, que delírio, Bruno me penetrava com tanta delicadeza
que eu só sentia prazer. A minha vontade era de eternizar aquele momento,
principalmente quando senti que Bruno estava todo dentro de mim.
Me senti totalmente preenchido e plenamente realizado, como é fascinante ser possuído por um homem, sentir um pau todo enterrado em mim enquanto eu rebolo suavemente minha bundinha.
Ai Bruno, assim meu amor, assim mesmo, vai mexendo, isso, empurra tudo.
Ai que loucura. Me come Bruno, me come meu amor, fala que tenho um cuzinho gostoso, apertadinho. Ai meu amor, você não vai acreditar, mas estou me sentindo uma mulher dando muito prazer a seu macho.
Ai amor, você não está aguentando ? tira um pouco !
Dando um tempinho, virei de barriga para cima e disse: vem Bruno, agora sim
quero me sentir sua mulher por completo e de verdade, sendo possuída e beijada. Quero dar para você vendo teu rosto lindo.
Deitado de frente para mim seu pau achou rapidamente meu cuzinho e invadiu com muito mais facilidade, ent√£o como se poss√≠vel ficou ainda mais gostoso. Meu pau parecia pedra, estava prestes a gozar. A respira√ß√£o de Bruno estava muito ofegante, seu pau pulsava tanto anunciando que iria gozar. Bruno passou seus bra√ßos por baixo de mim, me apertou, me beijou deliciosamente e disse que ia gozar. Ai meu amor, era o que eu mais esperava, sentir voc√™ gozando dentro de mim. Assim amor, me aperta, me morde. O pau de Bruno pulsava forte todo enterrado em mim e eu me sentia uma f√™mea no auge do prazer. Bruno n√£o se conteve, gemia alto e falava palavras desconexas. Aquele momento era para nunca mais esquecer, dando para um homem forte, bonito, carinhoso e delicado. Eu sentia o pau de Bruno jorrar seu l√≠quido quente dentro de mim. O estado de Bruno era t√£o contagiante que gozei junto com ele. √Č inexplic√°vel o que senti naquele instante, sendo todo preenchido e gozando juntinho com aquele homem delicioso. As vezes vejo Bruno na academia que me olha de forma muito simp√°tica e sempre vem conversar comigo puxando assunto. Acho que meu sonho vai virar realidade. Quanto a minha mulher a cada dia ela est√° mais audaciosa, agora comprou uns brinquedinhos que passamos horas nos divertindo. Nunca mais esque√ßo este sonho.

VAMOS SONHAR JUNTOS ??
[email protected]
Contato:
é necessário estar logado para enviar uma mensagem ao autor do Conto Er√≥tico. Registe-se, é gratuito.

Coment√°rios  

 
0 #1 B√°rbara 18-07-2017 22:47
Henrque, amei o seu conto...excitante e suave!
Citar | Reportar ao administrador
 

Comentar


Código de segurança
Actualizar

Caminho:

√öltimos Coment√°rios

  • Claro que tens de contar mais e todos os... Mais...
  • oi sou casado mais sempre curti cumer ma... Mais...
  • muito obrigada Ana Moreira, n√£o tenhas d... Mais...
  • Adorei estes relatos. Sei muito bem o qu... Mais...
  • Esse conto √© uma com√©dia kklk Mais...
  • √≥timo conto..sempre que leio fico puto d... Mais...
  • PARAB√ČNS eu t/b tive que ter muito traba... Mais...
  • √≥timo conto..sempre que leio fico puto d... Mais...
  • Parab√©ns pelo relato volta p/ ele j√° que... Mais...
  • Caramba que delicia! Gozei s√≥ me masturb... Mais...

Contos Eróticos Picantes no seu Email

Insira o seu Email:

Patrocinado por FeedBurner